Setor do turismo está a caminho de bater novos recordes

Mais um ano que parece oferecer recordes a Portugal, na área do turismo: taxa de ocupação hoteleira, preço médio por quarto, turistas em trânsito nos aeroportos. Se o turismo é o caminho para Portugal? Pelo menos é um caminho de sucesso.

Publicado por Finanças | 0
Setor do turismo

Alojamento

Os hotéis continuam a ser o tipo de alojamento privilegiado pelos turistas com 68,8% das dormidas, o que representa um crescimento de 24,1%; no entanto os aldeamentos turísticos (39,9%) e as pousadas (32,4%) tiveram crescimentos consideráveis. De referir que em abril de 2017, os parques de campismo registaram 111,6 mil campistas (+44,7%) e 330,1 mil dormidas (+37,2%). Para estes valores, contribuíram os portugueses com 57% do total das pernoitas.

Dormidas

É de notar também que não só os estrangeiros descobriram Portugal, atingindo 3,7 milhões de dormidas, mas também os portugueses valorizaram o seu país para fazer férias, com o registo de 1,3 milhões de dormidas, correspondendo a um aumento no mercado interno de 5,9%, nos primeiros quatro meses do ano.

Turistas estrangeiros

Os turistas estrangeiros que mais procuram Portugal são os britânicos (21,3%), seguidos dos alemães (14,6%) e dos espanhóis (11,8%). O mercado espanhol teve um crescimento bem acentuado de 102,5%, quando comparado com o mesmo período do ano passado. De qualquer modo, é de salientar também a expressividade do crescimento do mercado brasileiro (61,0%) e do polaco (49,8%), de 2016 para 2017.

Regiões da turismo

As regiões mais procuradas foram o Algarve (33,1% do total) e Lisboa (25,5%), porém todas as regiões do país apresentaram aumento de dormidas, com destaque para o crescimento do Centro (37,3%), Açores (30,6%) e Algarve (28,8%). Os portugueses continuam a preferir o calor do Algarve ( 64,9%) para as suas férias, mas estão sensíveis aos Açores como destino de natureza (34,9%).

Estada

A estada média (2,70 noites) cresceu 2,5%, com maiores reflexos no centro (6,9%) e Algarve (5,9%). Relativamente à taxa líquida de ocupação-cama (53,8%) subiu em todas as regiões. Apesar de tudo, as taxas de ocupação mais elevadas observaram-se na Madeira (74%) e na zona de Lisboa (66,3%).

Taxa turística de Lisboa

Lisboa está na moda, ajudando em muito aos bons números do turismo. Sol, tecnologia, cultura e tradição chamam a atenção sobre a capital. No primeiro trimestre do ano, a autarquia arrecadou 3,3 milhões de euros de taxa turística sobre dormidas, cujo saldo acumulado desde janeiro de 2016 totaliza 16,7 milhões de euros.

Dados de junho do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que até abril, o país recebeu 5,3 milhões de turistas, mais 10,9% que em 2016. A passagem do Papa por Portugal despoletou movimento turístico que a juntar à época de Páscoa teve repercussões muito positivas no primeiro quadrimestre do ano. Os proveitos aceleraram claramente e registaram progressos assinaláveis. Conta-se que a época alta do verão cimente esta tendência de crescimento.

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0