Sete dicas para evitar gastos com material escolar

O regresso às aulas é habitualmente sinónimo de despesas. A maioria das famílias portuguesas deixa as compras de material escolar para os últimos dias que antecedem o início das aulas e isso leva a um mau planeamento dos materiais necessários e a gastos desnecessários.

Publicado por Finanças | 0
Sete dicas para evitar gastos com material escolar

Fique a conhecer sete dicas para que possa poupar nas compras para o novo ano letivo.

1. Planear com antecedência

Fazer um planeamento atempado dos materiais que serão necessários para o novo ano letivo é muito importante para que possa reduzir os gastos e não fique com materiais em quantidades desnecessárias.

Deverá fazer uma lista de todos os materiais utilizados no ano anterior e que ainda se encontram em bom estado, para que os possa reaproveitar para o novo ano.

Depois de elaborada a lista de materiais a reutilizar é fundamental que defina um limite para os gastos com os novos materiais. Toda a família deverá estar empenhada em cumprir este limite.

2. Compre materiais duradouros

Na maioria das vezes, os materiais mais baratos não apresentam qualidade suficiente. Posto isto, é preferível que invista em materiais de maior valor que sejam mais duradouros, para que possam ser reutilizados no ano seguinte.

3. Reutilizar materiais dos anos anteriores

Ao reaproveitar materiais do ano letivo anterior estará a diminuir a lista de materiais novos que necessitará de comprar, poupando, assim, na conta final. Um exemplo de um material que pode ser reutilizado é a mochila, principalmente se for de boa qualidade, pois é um dos materiais no qual gasta uma quantia considerável do seu orçamento.

4. Comprar materiais que permitam poupar

Materiais como cadernos ou canetas de gel representam um gasto mais elevado, quando pode optar por um dossiê, que pode ser reaproveitado para um ano posterior, e esferográficas simples. Reduz o investimento e não perde qualidade pois, por exemplo, se o seu filho acabar as folhas de um caderno terá de comprar um novo, enquanto no caso do dossiê apenas terá de comprar uma recarga de folhas.

5. Compre o que já está disponível

Já tem a lista final de materiais que necessita, mas ainda falta algum tempo até ao início do ano letivo? Comece assim que possível a comprar o que precisa, evitando a confusão dos supermercados nos últimos dias e a possibilidade de os materiais que quer já estarem esgotados.

6. Evite desvios

Para que possa evitar que os seus filhos percam os materiais escolares ou que fiquem com alguns que não são deles, tente identificar todos os materiais com os seus nomes. Assim, garante que não terá de voltar a gastar dinheiro em novos materiais desnecessariamente.

7. Peça fatura com número de contribuinte

Não se esqueça de pedir sempre fatura com número de contribuinte em todas as compras de material escolar. É aconselhável que peça faturas separadas na compra de material e livros escolares. Desta forma, poderá deduzir estas despesas em IRS e estará a poupar no seu orçamento.

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0