7 regras de ouro para preencher o IRS

O ano de 2017 traz mudanças no preenchimento do modelo 37 do IRS. Este documento diz respeito a juros de habitação permanente, prémios de seguros, comparticipações em despesas de saúde, planos de poupança reforma (PPR) e fundos de pensões e regimes complementares. A maioria dos contribuintes não vai ser afetada por estas alterações, uma vez que se referem exclusivamente a instituições de crédito, cooperativas de habitação, empresas de locação financeira, seguradoras, empresas gestoras de fundos e de outros regimes complementares e associações mutualistas.

Publicado por Finanças | 0
Preencher o IRS

No entanto, há alguns cuidados gerais a ter quando preencher a sua declaração:

1. Obtenha a sua senha de acesso ao Portal das Finanças

Entre no Portal das Finanças e peça a sua senha de utilizador, preenchendo o formulário com os seus dados pessoais. Dias depois, receberá na sua morada fiscal a senha de identificação solicitada. Pode também solicitar a sua senha numa repartição das finanças e aí é entregue de imediato. Ainda que faça o IRS em conjunto, cada contribuinte terá de ter a sua senha.

2. Respeite os prazos de entrega

Este ano, a entrega do IRS é comum para quem entrega a declaração em papel ou pela internet. De 1 de abril a 31 de maio pode fazê-lo, mas para evitar imprevistos, não deixe para os últimos dias.

3. Aproveite a declaração pré-preenchida

A Autoridade Tributária disponibiliza-lhe uma declaração pré-preenchida. Para evitar erros e morosidades desnecessárias, socorra-se das informações padrão; de qualquer modo, confirme os dados: n.º de contribuinte das entidades que lhe concederam os rendimentos, valores, despesas declaradas para garantir benefícios fiscais. Se houver algum engano, tranquilize-se, pois pode sempre fazer alterações manualmente.

4. Grave a informação

Para impedir alguma contrariedade informática, vá gravando continuamente até submeter a declaração.

5. Simule resultados

Com a validação feita, pode simular resultados para saber se perante as despesas e ganhos declarados vai pagar ou receber, este ano.

6. Confirme informação 48h depois

Depois de submeter a sua declaração, tem 48h para confirmar se foi aceite pelo sistema ou se contém erros. No caso de haver erros, terá de os corrigir e voltar a entregar a declaração.

7. Guarde o comprovativo

Para sua segurança, guarde o comprovativo da entrega da declaração.

O objetivo da Autoridade Tributária é simplificar o preenchimento da Declaração de IRS aos contribuintes, de ano para ano, mas se persistirem dúvidas, peça esclarecimentos por telefone ou email. Opcionalmente, tem ao seu dispor a Junta de Freguesia da sua área de residência.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0