Quando vale a pena ter um consultor financeiro?

Ter um consultor financeiro pode parecer um luxo para os mais ricos. Será que é mesmo assim? Quem e em que circunstâncias pode contratar os serviços de um consultor financeiro? Tantos para as pessoas a título individual como para as empresas, o papel de um consultor financeiro pode ser muito útil.

Publicado por Finanças | 1
Quando vale a pena ter um consultor financeiro?

O que é um consultor financeiro?

Primeiro, é necessário saber o que faz exatamente um consultor financeiro para, assim, perceber a importância de contratar os seus serviços.

Não tendo formação financeira, muitas pessoas não sabem qual a melhor forma de gerir as suas finanças. Um consultor é precisamente um profissional especializado na área financeira que analisa a vida financeira dos clientes, avalia o respetivo perfil e os objetivos que estes querem atingir, traçando um plano financeiro.

É importante que o consultor financeiro seja independente e não esteja a trabalhar para nenhuma instituição financeira em específico, uma vez que só assim poderá garantir a independência necessária, assegurando de que está apenas focado em satisfazer os interesses dos seus clientes.

Quem pode contratar um consultor financeiro?

Qualquer pessoa ou empresa pode contratar um consultor financeiro desde que tenha alguma disponibilidade financeira para o fazer. Pode parecer que é um dinheiro extra que não se pode dar ao luxo de gastar mas, quando se começa a enfrentar alguns problemas financeiros, este gasto pode trazer ganhos no futuro. Os ganhos podem mesmo superar muito as despesas.

A ajuda de um consultor financeiro é, por isso, mais necessária quando começam a surgir problemas que as pessoas ou as empresas têm dificuldades em resolver. E, nestes casos, quanto mais cedo se recorrer à ajuda de um profissional, melhor.

Um bom profissional vai alertar para investimentos inadequados e apontar as melhores soluções para que possa ser alcançada uma vida financeira saudável.

Como garantir que escolhe um bom consultor financeiro?

A formação na área financeira pode ser alvo de várias certificações que garantem que o profissional tem os melhores conhecimentos para garantir o melhor serviço possível. Para além das certificações básicas como Técnico Oficial de Contas ou de Revisor Oficial de Contas, ou mesmo outras formações como em Gestão ou Economia, existem ainda certificações que garantem uma maior especialização em investimentos financeiros. É o caso das seguintes certificações:

- Certified European Financial Analyst (CEFA)

- Certified International Investment Analyst (CIIA)

- Certified Financial Analyst (CFA)

Em que áreas é que o consultor financeiro pode ajudar?

O consultor financeiro pode ajudar em áreas como:

- Planeamento financeiro: ter real noção das receitas e das despesas, ajudando a gerir melhor os recursos, a economizar onde é possível e a ter margem para ter uma situação financeira folgada.

- Gestão tributária: assegurar que o cliente cumpre as suas obrigações tributárias sem problemas, mas que conseguirá fazer também uma melhor gestão dos impostos que tem de pagar.

- Gestão de investimentos: aconselhar as melhores alternativas de investimento para obter o melhor retorno em cada caso concreto, tendo em conta os objetivos e o perfil de risco do cliente.

TAGS:

COMENTÁRIOS

  • 1

    14/10/2017 12:19 HORAS

    Para determinadas empresas um consultor financeiro será mesmo necessário. Para empresas mais pequenas, diria que não, porque uma Contabilidade bem Organizada" é obrigada a reflectir os débitos ou os créditos e até a viabilidade da mesma. Uma boa gestão só por si, sortirá efeito. As. Maria Antónia Terrinha

20185
22701
5
0