Sabe quais são as principais taxas do cartão de crédito?

Poder usar um cartão de crédito tem vantagens, mas também tem custos. Trata-se de um crédito e, como tal, tem uma série de custos associados, começando desde logo pelos juros que há a pagar. Mas não é só.

Publicado por Finanças | 0
Taxas do cartão de crédito

Um cartão de crédito envolve vários custos associados ao benefício de um cartão que disponibiliza capital até ao um determinado montante, o chamado plafond do cartão. Saiba quais são antes de pedir o seu.

Juros

O cartão de crédito enquadra-se no chamado crédito renovável (ou revolving), ou seja, à medida que os valores em dívida são pagos, o plafond volta a estar disponível para ser utilizado. Desta forma, cada vez que o utilizador do cartão usa este plafond está a usar um crédito que está a ser disponibilizado pela instituição que cedeu o cartão.

Tratando-se de um crédito, no contrato celebrado com a instituição financeira fica definido o valor dos juros associados ao cartão e também o plafond disponível, mas também a data-limite para o pagamento do valor utilizado. Se o pagamento for efetuado dentro desta data limite, não há lugar ao pagamento de juros. Já o montante que não for pago nesta data fica sujeito a juros.

Tal como em todos os contratos de crédito, no caso dos cartões há taxas máximas que podem ser aplicadas, sendo no entanto nos cartões de crédito que se podem encontrar os valores mais elevados.

Anuidade

O pagamento de uma anuidade não é mais do que o pagamento de uma comissão anual à entidade emissora do cartão de crédito. Pode haver casos em que é concedida a isenção deste pagamento.

Comissões

Várias operações do cartão de crédito estão sujeitas ao pagamento de comissões, como é o caso dos levantamentos em numerário (chamado cash advance). Estas comissões, que devem fazer parte de um preçário, englobam um valor fixo por operação e também uma percentagem sobre o montante que é disponibilizado.

Imposto de selo

Sobre todos os pagamentos associados ao cartão de crédito recai o imposto de selo. Este incide sobre a anuidade, os juros e o capital em dívida da conta-cartão.

Como reduzir a conta com o cartão de crédito?

É importante estar ciente de todos estes custos aplicados a cada caso concreto. Há vários tipos de cartões. Além disso, as instituições financeiras têm alguma flexibilidade para definir as condições associadas e o primeiro passo é estar ciente das condições concretas que lhe são aplicadas. Esse valor expressa-se na taxa anual de encargos efetiva global (TAEG) que faz parte da ficha de informação normalizada (FIN) e do contrato. 

Sabendo que há custos dos quais não é possível fugir e que parte dos custos dependem da utilização, o melhor será sempre utilizá-lo o mínimo de vezes possível, preferindo comprar a débito.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0