Portugal regista recorde de chegada de turistas em 2016

O turismo português bateu recordes em 2015 e caminha para números históricos também este ano. Entre janeiro e outubro de 2016, tanto o número de hóspedes como o número de dormidas cresceram mais de 9% em relação ao ano anterior. É caso para dizer que Portugal está na moda. Os hotéis portugueses receberam quase 17 milhões de hóspedes entre janeiro e outubro deste ano, quase mais 10% do em que 2015, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatísticas. Contabilizando as dormidas, foram mais de 48 milhões, um crescimento de 9% cujos grandes responsáveis foram sobretudos os turistas vindos do estrangeiro.

Publicado por Finanças | 0
recorde turistas Portugal 2016

Estes dados ainda não contabilizam o mês de novembro de 2016, altura em que Lisboa recebeu uma das maiores conferências de tecnologia do mundo, o Web Summit. Este evento, que contou com cerca de 60 mil participantes trouxe a Portugal visitantes de mais de 160 países.

Ao crescimento de hóspedes e de dormidas esteve associado também um aumento das receitas. Nos primeiros 10 meses do ano, as receitas totais da atividade turística aumentaram quase 17%.

Dados do Banco de Portugal, também confirmam a tendência de crescimento das receitas geradas pelo setor de turismo e viagens, apontando um crescimento de 9,5% entre janeiro e setembro em relação ao período homólogo, atingindo €9.719 milhões. 

Turistas franceses e brasileiros disparam

Olhando para o número de dormidas, os britânicos são os turistas que têm uma maior quota no turismo em Portugal, isto tendo apenas em conta os visitantes que vêm fora do país. No entanto, os países que registaram maiores taxas de crescimento em outubro, comparando com o mesmo mês do ano anterior, foram França e Brasil. O crescimento foi superior a 30%.

1º Reino Unido: 25,9%

2º Alemanha: 15,6%

3º França: 9,5%

4º Espanha: 7,5%

5º Holanda: 5,5%

O Algarve continua a ser o destino de eleição dos turistas, representando mais de 34% das dormidas. Segue-se Lisboa com 25,6% e, depois, Norte e Madeira, ambas com 12,8%.

Todas as regiões do país registaram crescimento de turistas em outubro, mas coube aos Açores o primeiro lugar na lista de regiões com maior taxa de crescimento (quase 30%). O tempo particularmente quente e seco de outubro poderá explicar parte deste bom desempenho refere o INE, acrescentando que o valor médio da temperatura máxima foi o quarto valor mais alto desde 2000. 

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0