Subsídio de férias

O subsídio de férias é uma retribuição extra a que o trabalhador tem direito. É de valor igual ao salário base mensal e deve ser pago antes do início das férias (exceto se pago em duodécimos, diluído ao longo do ano) sejam elas interpoladas ou consecutivas.

Publicado por Finanças | 1
subsidio de férias

Tal como outras retribuições, o subsídio de férias está sujeito a retenções de IRS e Segurança Social. Por ano, um trabalhador tem direito a gozar 22 dias úteis de férias (25 dias se nunca tiver faltado nem sequer justificadamente).

Um trabalhador só pode gozar férias depois de 6 meses de trabalho, contabilizando-se dois dias úteis de férias por cada mês de trabalho efetivo. Se cessar contrato antes de seis meses, o pagamento das férias será proporcional ao tempo trabalhado.

Como se calcula o subsídio de férias?

O cálculo do valor do subsídio de férias é feito com base no valor do salário/ hora e no horário de trabalho semanal.

A fórmula de cálculo é a seguinte:

Subsídio de Férias = salário hora x (horas semanais x 52 semanas / 12 meses) / 22 dias úteis

Salário hora = salário base / horas semanais x 12 meses/ 52 semanas

Veja-se o exemplo abaixo:

A Maria trabalha na mesma empresa há 3 anos. Tem um horário de trabalho semanal de 40 horas e no último ano não faltou uma só vez. Aufere um salário base de 800 euros. É casada e tem dois filhos.

Dias de férias – 25 dias

Salário base – 800 €

Horário semanal de trabalho – 40 horas

Taxa de IRS – 4,7%

Taxa de Segurança Social – 11%

 

Primeiro, há que achar o valor do salário/ hora da Maria:

Salário hora = salário base / horas semanais x 12 meses/ 52 semanas

Isto é 800€/ 40h x 12 meses/ 52 semanas = 4,62€

 

Sabendo que o salário/hora é de 4,62€, o valor do subsídio de férias será:

Subsídio de Férias = salário hora x (horas semanais x 52 semanas / 12 meses) / 22 dias úteis

Então 4,62€ x (40h x 52 semanas/ 12 meses) / 25 dias úteis = 32,03€ (por cada dia de férias)

32,03€ salário dia x 25 dias de férias = 800,75€

 

Subsídio de férias = 800,75€

Retenção na Fonte de IRS = 800,75€ - 4,7% = 37,64€

Dedução para Segurança Social = 800,75€ - 11% = 88,08€

Subsídio de férias líquido = 800,75€ - 37,64€ - 88,08€ = 675, 03€

 

Na internet, poderá encontrar vários simuladores que o ajudam a calcular o valor do subsídio de férias.

Saiba também sobre o subsídio de Natal.

COMENTÁRIOS

  • 1

    19/11/2018 03:44 HORAS

    Não deveria ser antes:

    Salário hora = salário base / horas semanais x 52 semanas / 12 meses ???

    Em que (horas semanais x 52 semanas / 12 meses), equivale (em termos médios) ao total de horas mensais de um trabalhador que trabalho 40 h semanais?

20185
22701
5
0