Qual o impacto do Brexit em Portugal?

A relação entre Portugal e o Reino Unido tem muitos séculos de história. Quase sempre aliados, mas por vezes também em lados opostos, a relação de interdependência é inquestionável. E agora, com o Brexit à vista, o que pode acontecer?

Publicado por Finanças | 0
Qual o impacto do Brexit em Portugal?

O processo do Brexit está em curso, mas os contornos ainda não estão totalmente definidos. O pontapé de saída foi dado no final de abril, altura em que foi acionado o Artigo 50º do Tratado de Lisboa e agora muito está por definir na relação futura entre o Reino Unido e a Europa. No caminho há ainda um ato eleitoral - as legislativas no Reino Unido estão marcadas para dia 8 de junho - e o resultado poderá facilitar ou não um processo negocial de dois anos.

No decurso deste processo, cada país da UE terá de definir o seu posicionamento e Portugal tem muitos dados para colocar em cima da mesa: ao mesmo tempo que tem de manter a sua voz ao lado dos restantes países da UE, tem também uma relação histórica com o Reino Unido.

Lembrando esta relação muito própria entre os dois países, os deputados do Partido Social Democrata (PSD) pediram que fosse feito um estudo sobre o impacto direto e indireto do Brexit para a economia portuguesa.

Segundo um projeto de resolução entregue no Parlamento, o PSD diz que “compete às autoridades nacionais acautelar a especificidade de Portugal no contexto da formação da posição conjunta” dos 27 países da UE em relação ao Brexit.

Para os deputados social-democratas, tendo em conta a grande interligação económica entre os dois países, “é inegável que a saída terá consequências em termos económicos”. Por isso, reclamam um estudo sobre essas consequências passado quase um ano da realização do referendo.

Qual é a relação económica entre Portugal e o Reino Unido?

Segundo o PSD, que cita dados da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, o Reino Unido é o quarto maior cliente das exportações portuguesas e o quinto país na lista dos países que mais bens e serviços fornecem a Portugal.

Tentando demonstrar a importância das relações comerciais entre os dois países, o PSD pede que o governo faça um estudo que incida sobre os setores mais críticos e avança com alguns números:

- 9,8% é o crescimento médio anual das exportações portuguesas para o Reino Unido nos últimos cinco anos;

- 2% é o crescimento médio anual das importações provenientes do Reino Unido nos últimos cinco anos;

- 54% é a fatia que o Reino Unido representa na exportação de viagens e turismo de Portugal;

- o Reino Unido é o 4º país em termos de investimento direto estrangeiro em Portugal.

Segundo o PSD, estes são motivos suficientes para o governo avançar com o estudo e a Assembleia da República ter acesso aos resultados.

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0