Turismo português volta a registar números históricos na Páscoa

Portugal encheu-se de turistas durante os dias da Páscoa, mostrando que os números históricos de 2016 vieram para ficar. Lisboa, Algarve ou mesmo a Madeira registaram números de ocupação hoteleira acima dos 90%.

Publicado por Finanças | 0
Turismo português volta a registar números históricos na Páscoa

Muitos espanhóis atravessaram a fronteira para aproveitar os feriados e o bom tempo, mas não foram os únicos a querer fazer férias em Portugal. Entre franceses ou ingleses, os próprios portugueses resolveram passar férias fora de casa, embora dentro do país, escolhendo sobretudo o Algarve para aproveitar o bom tempo.

"As perspetivas apontam para uma subida da procura relativamente ao ano passado na ordem dos 5% ou 6%", estimou à Lusa o presidente da maior associação hoteleira da região, Elidérico Viegas, citado pelo Diário de Notícias. Segundo este responsável, houve mesmo hotéis a atingir 100% de ocupação.

A forte ocupação notou-se não só nas praias do Algarve, mas também em cidades como Lisboa ou Porto. Na cidade a norte, a ocupação chegou mesmo a cerca de 100%, segundo dados da Associação da Hotelaria de Portugal referidos pelo Jornal de Negócios. Números também registados nos Açores, nomeadamente na ilha de São Miguel, onde as taxas de ocupação se aproximaram dos 100%.

Páscoa tardia e bom tempo ajudam

O sol e a praia continuam a ser dois dos principais motivos que levam os turistas a visitar o nosso país. Só em 2016, Portugal acolheu mais de 60 milhões de dormidas e a tendência é para que estes números não parem de crescer, sobretudo, num ano em que se prevê que haja novos recordes para a hotelaria nacional.

 “O facto de esta ser uma Páscoa mais tardia e, portanto, previsivelmente mais solarenga, traz também um importante aumento da procura, isto porque o mês de abril, onde a Páscoa se insere este ano, é naturalmente mais forte para a hotelaria”, explicou a Presidente da Direção Executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, citada pela TVI.

A associação já tinha notado uma melhoria nas taxas de ocupação durante o período do Carnaval, altura em que 66% das unidades hoteleiras inquiridas pela Associação da Hotelaria de Portugal revelou obter uma melhor taxa de ocupação este ano do que no ano passado.

De realçar ainda que 24% dos hóspedes, em período de Páscoa, foram portugueses, segundo a AHP. Um número que se explica pelo contexto de recuperação económica e também de aumento da confiança dos consumidores, que se sentem mais predispostos a consumir.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0