5 notas a reter após o fim do roaming

O roaming deu lugar ao roam like at home e os europeus já podem utilizar o telemóvel nos restantes países da União Europeia como se estivessem no seu país. Há, no entanto, algumas regras que importa tomar nota.

Publicado por Finanças | 0
Fim do roaming

Dia 15 de junho fica marcado como o dia do fim do roaming e acabaram as dores de cabeça habituais de quem se preparava para viajar e tinha de assegurar que conseguia utilizar os aparelhos móveis sem que os custos disparassem.

A partir de agora, já é possível fazer chamadas, enviar mensagens e navegar na Internet em qualquer país da Europa como estando no país de residência. Para tirar melhor proveito desta nova vantagem, deixamos cinco notas úteis.

Não é preciso alterar configurações, mas é preciso estar atento ao contacto do operador

Automaticamente, os operadores terão de deixar de cobrar taxas de roaming a partir de dia 15 de junho e não é necessário fazer nenhuma alteração. No entanto, caso haja um plano de roaming específico, o operador deve contactar o cliente para confirmar se este tarifário se mantém ou se é para cancelar. Caso a opção seja cancelar, então, o operador tem de fazer a transição automática para o sistema atual.

As novas regras abrangem apenas os países da União Europeia

As novas regras aplicam-se aos 28 países da União Europeia. Para já o Reino Unido está incluído, mas no futuro tudo dependerá da forma como correrem as negociações do Brexit. Mais tarde vão juntar-se também ao grupo a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega.

Atenção aos limites de utilização de chamadas e SMS no estrangeiro

Por princípio, os tarifários aplicados no país de origem serão os mesmos aplicados nos restantes países da União Europeia. Isto inclui os limites de chamadas e SMS. Isto só não acontece quando a utilização do aparelho móvel é mais frequente no estrangeiro do que no próprio país. Se o consumo ao longo de quatro meses for maior fora do país, então, o operador pode pedir esclarecimentos ao titular. Caso o padrão se mantenha, o operador pode cobrar um valor extra ao consumo em roaming. Estes valores são os seguintes, segundo a DECO:

- €0,039 por minuto nas chamadas

- €0,012 por SMS

- €9,47 por GB ou 0,92 cêntimos por MB no caso dos dados em internet móvel.

Os limites de dados só são aplicados em algumas circunstâncias

Os mesmos limites de dados aplicados no país de origem vão se respeitados quando se viaja para o estrangeiro. No entanto, é preciso ter atenção quando o tarifário inclui dados ilimitados, mas também quando o preço a pagar é inferior a €3,85 por GB (sem IVA) nos tarifários com limites ou inferior a €7,70 por GB no caso de pagamento por unidade de dados.

As mensagens de boas-vindas não acabaram

As regras mudaram, mas as mensagens de boas-vindas quando se entra num novo país da União Europeia vão continuar a aparecer. Isso não significa que haja custos adicionais, simplesmente a legislação europeia continua a exigir que o cliente seja informado.

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0