Necessidade de investir em I&D para o seu negócio

Apostar em investigação e no desenvolvimento de novos produtos ou serviços é uma ideia atrativa para muitas empresas. Mas isso não significa que a decisão de investir nesta área seja imediata. Muitas questionam-se sobre quando haverá retorno e qual será esse retorno. Ainda que esta seja uma questão legítima e uma decisão mais difícil quando se trata de pequenas e médias empresas sem grande margem financeira, a verdade é que está em causa aumentar, ou não, o potencial de crescimento de uma marca ou de um negócio. E não há setores que se possam excluir. Embora seja mais imediato pensar que as atividades de I&D estão mais vocacionadas para a indústria ou para empresas de tecnologia, a verdade é que todos os setores podem inovar. Por exemplo, modificar processos é uma forma de inovar que pode ser adotada em todas as áreas de negócio. Investir em I&D significa, no fundo, desenvolver, criar ou melhorar produtos, serviços, tecnologias ou processos.

Publicado por Finanças | 0
investir em investigação

O que ganham as empresas que investem em tecnologia?

Aumentam a sua competitividade, ao criarem produtos inovadores e tecnologicamente mais avançados;

Aumentam o seu potencial de crescimento ao lançarem novos produtos ou ao conseguirem melhorar os produtos que já comercializam;

Podem aumentar a sua competitividade em termos de preços, uma vez que podem ter acesso a materiais mais baratos e técnicas de fabrico mais económicas;

Ao criarem novos produtos, atraem novos clientes e ganham quota de mercado;

Aumentam o potencial exportador;

Atraem o interesse de recursos humanos mais qualificados;

Identificam problemas futuros que terão de resolver;

Ganham reputação.

Onde obter financiamento?

O acesso aos fundos comunitários é uma boa forma de financiar o investimento em I&D. No âmbito do programa Compete há duas áreas que colocam fundos à disposição das empresas para estas áreas: a área de ‘Investigação & Desenvolvimento Tecnológico’ e a área de ‘Inovação’.

Mas também há vários fundos nacionais que dão resposta a iniciativas de I&D. Uma boa forma de acompanhar os projetos que estão a ser desenvolvidos é consultar a página da Fundação para a Ciência & Tecnologia.

As universidades disponibilizam muita informação sobre concursos e financiamentos nesta área. Neste caso, o melhor é as empresas procurarem as instituições de ensino e investigação que melhor se adequem à sua área de negócio ou aos projetos que querem desenvolver para encontrar a melhor opção.

As instituições financeiras também disponibilizam linhas de crédito vocacionadas para I&D e, neste caso, o melhor é consultar o banco. Além do financiamento direto, há incentivos fiscais para as empresas que investem em I&D. Nesse caso, o melhor é consultar o Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial.

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0