Guia de eficiência energética em casa: Aquecimento da água

Desde o tempo dos Romanos que a água quente é valorizada como fator de conforto associado à higiene. 2000 anos depois, o conceito mantém-se e está na base da inovação tecnológica ao serviço do aquecimento das águas sanitárias.

Publicado por Finanças | 0
poupar aquecimento de água

Dicas para reduzir os consumos no aquecimento da água

A produção de água quente é um dos grandes responsáveis pelo consumo de energia numa casa. Por isso, tome nota de algumas dicas para reduzir os consumos domésticos.

- Isole as tubagens de água quente. As perdas de calor vão transformar-se em grandes consumos de energia.

- Prefira sistemas de aquecimento de acumulação (termoacumuladores) a sistemas instantâneos (esquentador, caldeira). Se associar um termoacumulador a painéis solares, obterá maiores poupanças.

- Escolha a capacidade do termoacumulador adequada à composição do seu agregado familiar. Existem no mercado modelos de 100, 120 e 150 litros. Estima-se que em média uma pessoa precise de 40 litros de água, portanto deve multiplicar este número pelas pessoas que coabitam consigo.

- Prefira um equipamento que trabalhe de forma contínua para não despende energia a reiniciar.

- Instale os equipamentos perto dos pontos de consumo. Quanto menor a distância que a água tiver de percorrer nas tubagens mais poupa.

- Mantenha a temperatura da água entre os 30ºC e os 35ºC. O conforto do banho é assegurado com temperaturas até os 35ºC; aumentar a temperatura será apenas um dispêndio de energia.

- Prefira os duches aos banhos de imersão. Um duche pode consumir cerca de quatro vezes menos água que um banho de imersão.

- Abrevie o tempo no duche. Quando se estiver a ensaboar, feche a torneira, assim poupará na água e na energia.

- Reduza o caudal de água. Se aplicar um redutor de caudal numa torneira ou chuveiro, poderá reduzir o consumo de água até 50% sem perder o conforto, uma vez que o que se reduz é o fluxo não o volume de água liberto.

- Inspecione as torneiras com regularidade. Fugas de água ou torneiras a pingar podem levar a perdas significativas de água.

- Aplique uma misturadora termostática. Troque as torneiras de água fria e de água quente por uma misturadora termostática, não só evita alterações à pressão da água como à sua temperatura, o que resultará numa economia energética. 60ºC é suficiente para garantir bem-estar e higiene.

- Aproveite a água. Se tem um esquentador ou caldeira, enquanto a água não aquece à temperatura desejada reserve-a num recipiente para a reutilizar mais tarde.

- Escolha uma marca com representante na sua área de residência. É importante fazer a manutenção do aparelho com regularidade, para preservar a sua longevidade.

- Evite consumos fantasma. Se vai estar ausente de casa por um período prolongado, desligue o equipamento para evitar os consumos fantasma.

Com estas dicas, poderá economizar alguns euros nas faturas mensais que no final do ano vão serão mais expressivos na sua conta bancária. 

Mais dicas sobre eficiência energética

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0