Energia eólica é a segunda maior fonte de energia renovável em Portugal

Portugal tem razões para comemorar o Dia Mundial do Vento. Esta é já a segunda maior fonte de energia renovável produzida em Portugal, registando mesmo a maior taxa de crescimento entre 2008 e 2017.

Publicado por Finanças | 0
Energia eólica é a segunda maior fonte de energia renovável em Portugal

Mês de grandes conquistas para Portugal, maio foi também importante para a energia eólica nacional. Logo no dia 1 houve um marco que fez o país sobressair com o melhor desempenho da Europa: Portugal atingiu a maior percentagem de consumo de eletricidade proveniente de energia eólica num só dia. O marco situou-se nos 79%, tendo a energia eólica atingido os  85 Gigawatt-hora.

Não houve país europeu que tivesse igualado este marco e este dado mostra a importância desta fonte de energia renovável para Portugal. Presente em território nacional desde a década de 1980, com uma primeira central construída na Ilha de Porto Santo, no Arquipélago da Madeira, esta fonte de energia tem vindo a crescer. Em 2016 era já a segunda maior fonte de energia renovável, após a energia hídrica, sendo responsável por 22% da energia produzida a nível nacional, segundo dados divulgados pela Associação de Energias Renováveis.

A evolução da produção deste tipo de energia mostra esta tendência de crescimento que tem sido acompanhada pelo aumento do investimento nesta fonte de energia renovável. Atualmente, existem 257 parques eólicos espalhados de norte a sul do país, que englobam mais 2700 aerogeradores e com uma potência instalada de 5268 MW.

Os melhores locais de Portugal para a produção de energia eólica localizam-se no litoral oeste, na zona Centro, mas também em algumas regiões do interior Norte. Só a região Centro é responsável por 50% da produção eólica nacional e se a esta se juntar a região Norte, então, a percentagem sobe para 87%.

A potência instalada tem vindo a aumentar progressivamente desde 2008, passando de 3058 MW para 5268 em fevereiro de 2017, segundo dados divulgados pela Direção-Geral de Energia e Geologia. Estes dados mostram ainda que neste período a tecnologia eólica foi a que registou maior crescimento em potência instalada (2,2 GW).

Vantagens ambientais da energia eólica

O aumento do peso da energia eólica na produção de eletricidade em Portugal representa também um ganho ambiental para o país, uma vez que esta é uma fonte de energia completamente limpa, não gerando resíduos nem gases poluentes.

Esta tem sido também uma grande aposta como fonte de energia não só na Europa, mas um pouco por todo o mundo, registando taxas de crescimento globais de 25% por ano. É também um dos setores industriais com maiores taxas de crescimento a nível mundial, tendo assistido a um investimento superior a 10 mil milhões de dólares em 2015, segundo dados apresentados pela organização do Dia Mundial do Vento (Global Wind Day).

Só na Europa existe capacidade produtiva instalada para dar resposta a 11,4% do consumo de eletricidade da região, o que equivale a dar resposta às necessidades de energia de 87 milhões de famílias.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0