Eficiência energética em casa para poupar

A eficiência energética em casa começa desde a construção, através da escolha dos materiais de construção e estruturas mais eficientes até à utilização de equipamentos domésticos com os melhores desempenhos energéticos. Logo fatores como o clima, a orientação solar, a altitude, as particulares do terreno, a vegetação e as edificações mais próximas são de pesar quando se quer alcançar o maior equilíbrio possível entre perdas e ganhos energéticos numa casa.

Publicado por Finanças | 0
eficiência energética

Vantagens e desvantagens

Desenvolver estratégias para fomentar a eficiência energética em sua casa só lhe trará vantagens, algumas imediatas e particulares como a redução das faturas de energia ou a possibilidade de dedução no IRS; outras a médio prazo e sentidas por todos como a diminuição das emissões de gases com efeitos de estufa, a redução da dependência dos combustíveis fósseis e a promoção do desenvolvimento tecnológico aliado à ecologia.

As desvantagens da eficiência energética prendem-se aos custos associados. Normalmente são soluções caras e com retorno de investimento demorado.

Alguns elementos numa casa são importantes para garantir a maior eficiência possível, a saber:

Água

Os banhos são os grandes responsáveis pelos consumos de água numa casa. Para poupar água pode eliminar os banhos de imersão, fechar a torneira quando se está a ensaboar, colocar um redutor de caudal na torneira, etc.

Outra sugestão pode ser a inclusão de sistemas de reutilização de água que facilitam o retorno de águas usadas ao circuito doméstico. De uma forma simples também poderá reaproveitar as águas pluviais ou dos duches para tarefas em que não é necessária água potável.

Coberturas

A cobertura de uma casa é determinante para criar segurança e bem-estar. Reflete as condições climatéricas do local em que foi construída e pode até ser uma marca cultural da região em que está inserida.

Energias renováveis

O sol é o seu grande aliado. Aproveitar a boa exposição solar de Portugal pode ajudá-lo a poupar no aquecimento de águas sanitárias e na climatização da sua casa.

Isolamento térmico

O isolamento térmico é uma preocupação cada vez maior nas novas construções, porque é um parâmetro contemplado no Certificado Energético obrigatório para a venda ou arrendamento de imóveis. Se pensa vender ou arrendar o seu imóvel, trate do certificado energético ou sujeita-se a uma multa de 250 a 3740 euros. 

Janelas

As janelas são muito importantes para preservar o conforto interior da habitação. Devem resistir à ação do vento, impedir passagens de ar e de água. A instalação de vidros duplos ou com fator solar mais adequado poderá oferecer-lhe conforto térmico e sonoro. A própria proteção das janelas deve ser acautelada com estores ou portadas, de modo a que faça a gestão térmica conforme a necessidade.

Equipamentos

Sempre que possível, adquira eletrodomésticos com certificado de eficiência energética A. O investimento inicial pode ser dispendioso, mas depressa compensará.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0