Diferença entre um depósito e uma conta poupança

Quando se tem algum dinheiro disponível mais vale deixá-lo num depósito a prazo ou aplicá-lo numa conta poupança? Para tomar essa decisão é importante perceber a diferença entre estas duas alternativas.

Publicado por Finanças | 0
Diferença entre um depósito e uma conta poupança

O que são depósitos a prazo?

Os depósitos a prazo são uma forma de os bancos captarem fundos, pagando em troca um juro por estes depósitos. Nestes casos, os clientes aplicam o seu dinheiro com um prazo e um juro definidos. Ao fim desse prazo, têm direito a receber o capital investido e os juros correspondentes.

As taxas de juro destes depósitos podem ser pagas periodicamente ou apenas na data de vencimento do depósito e, por regra, dependem das taxas de juro de referência do mercado. Logo, se as taxas do mercado estão baixas, os juros dos depósitos a prazo tenderão a ser baixos.

Os bancos podem conceder a possibilidade, mediante certas circunstâncias, de os depositantes poderem mobilizar o dinheiro antes do final do prazo acordado. Mas, no caso de haver um levantamento antes do final do prazo, o cliente pode ser penalizado em parte ou na totalidade dos juros a receber.

Todas as condições - prazo, taxa de juro, penalizações por levantamentos antecipados, entre outros - estão definidas num contrato. 

Destaque ainda para os depósitos a prazo não mobilizáveis que preveem dois tipos de pagamento: no início ou no fim do prazo. Em qualquer dos casos, não é permitida qualquer mobilização, parcial ou total, do montante aplicado durante a vigência do contrato.

O que são contas-poupança?

Da mesma forma que um depósito a prazo, também nas contas-poupança há direito a receber um juro pelo dinheiro aplicado, sendo definida a periodicidade em que esse juro é pago. Mas há algumas diferenças.

As contas-poupança funcionam como uma espécie de mealheiro, onde é possível ir fazendo reforços. Estes reforços podem ser programados, definindo-se o montante e a periodicidade, ou ser apenas pontuais (quando há disponibilidade financeira). Por outro lado, o cliente pode levantar o dinheiro sempre que quiser sem sofrer penalizações. Tanto num caso como noutro, o pagamento do juro definido vai incidir sobre o montante que está em conta.

Comparativamente com os depósitos a prazo, os juros pagos pelas contas-poupança são, por regra, mais baixos.

As contas-poupança podem não ter uma finalidade específica, mas podem também variar consoante o fim a que se destinam. Entre os diversos tipos de contas-poupança encontram-se as contas poupança-habitação, a contas poupança-condomínio, as contas poupança-emigrante e as contas poupança-reformado. Estas contas podem ter regras específicas de mobilização do capital e também podem ser alvo de benefícios fiscais.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0