5 ideias para partilhar carro ao viajar

Partilhar carro para viajar está a transformar-se numa alternativa de poupança, uma vez que dividir despesas entre viajantes é um esquema que o teu bolso vai notar e talvez também, num sentido positivo, a tua vida social. Além das diminuições que o preço da gasolina possa ter, esta despesa continua a ser uma das mais importantes no quadro da economia doméstica. Por este motivo, vale a pena planear alternativas de poupança às viagens que fazes sozinho no teu carro. Partilhar carro para viajar está a deixar de ser um tema tabu. São os jovens que se mostram mais partidários desta maneira de viajar, uma vez que é costume terem uma mentalidade mais aberta. Em todo o caso, este hábito tão rentável está a instalar-se entre nós e como imaginamos que ainda te restam algumas coisas que aprender a esse respeito, vamos dar-te alguns conselhos úteis para poupares ao partilhar o carro para viajar e não teres problemas com este género de viagem.

Publicado por Finanças | 0
5-ideias-partilhar-viagem

1. Divide as despesas mais primárias

abusiva para muitas economias domésticas, as quais não a podem enfrentar. No entanto, há deslocações (por exemplo, para ir trabalhar para um polígono industrial) que não se podem fazer através do transporte público. E, como podes imaginar, isso pode chegar a ser imprescindível para manter o posto de trabalho e conservar uma fonte regular de receitas, a qual será a principal fonte de poupança. 

Portanto, é primordial dividir a despesa da gasolina (e também, se for caso disso, das portagens) entre os ocupantes do carro. Se viverem perto, melhor. Além disso, poder alternar os carros nos quais irão ser feitos os trajetos possibilitará a que os vossos veículos se desgastem menos e durem mais tempo.

Além da descida no custo do combustível, este é o principal motivo para partilhar carro para viajar.

2. As coisas devem ser claras

Hoje em dia, têm-se tornado famosas algumas aplicações para partilhar carro para viajar e dividir as despesas. Tens que evitar, a todo o custo, mal entendidos que façam destas experiências um pesadelo. Isto depende de todos e, particularmente, de ti. Se ajudares a fazer deste sistema uma máquina bem oleada, poderás beneficiar, a posteriori, de impressionantes descontos no custo das tuas viagens.

De que maneira podes colaborar? É muito simples: cumpre as condições anunciadas nestas aplicações (por exemplo, não registes uma marca de carro diferente da do modelo que possuis) e avalia objetivamente os teus companheiros de viagem.

3. Põe o teu carro em ordem

Este conselho está muito relacionado com o anterior. Se queres que as viagens saiam bem e baratas, tens que começar pelo básico: ter o carro em condições. Não nos referimos somente o ter passado na Inspeção correspondente, mas também que as suas condições de limpeza e segurança sejam do agrado dos teus passageiros.

Tem em conta, além disso, que se trata de reduzir despesas. Portanto, além dos preços que acertares com teus acompanhantes, é de vital importância que o estado do teu carro não aumente a despesa em combustível ou as perdas de tempo: amortecedores deteriorados, avarias, etc.

4. Tudo dentro da lei, nada fora da lei

Soar-te-á a frase do primeiro ano de Direito, mas é uma verdade muito simples e deves respeitá-la, já que é a base de qualquer viagem normal, seja sozinho ou em carro partilhado com outros ocupantes.

É da tua responsabilidade ter toda a papelada necessária para circular dentro da lei (impostos pagos, Imposto Único de Circulação em dia, Inspeção feita, seguros obrigatórios...). Não são temas menores, já que eles podem impedir a deslocação e dar azo a que fiques com má fama no circuito das viagens partilhadas.

Além disso, tens que te assegurar de que os teus acompanhantes não te irão criar problemas com a Justiça.

5. O meio ambiente melhorará e tu também

Por último, viajar acompanhado é bom para a tua saúde mental e vida social. Também poderás utilizar as faixas BUS-VAO e reduzir as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera. Além disso, proteger o meio ambiente a partir do teu carro pode ter um prémio adicional na forma de subsídios.

Em resumo, torna-se claro que partilhar carro para viajar é uma opção de poupança muito recomendável. Presta atenção a estes conselhos e tudo seguirá sobre rodas.

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0