10 tips para superar as despesas de janeiro

O mês de janeiro traz consigo muitas despesas. Mas sobretudo, é preciso apertar o cinto depois de termos gasto, talvez mais que o devido, em presentes natalícios. Portanto, temos que superar agora as despesas de janeiro, sem dificuldades económicas. No Natal, tudo é despesa e os preços sobem cada vez mais… Até ficarem exorbitantes! Você mostra-se especialmente generoso. Chegaram os seus filhos e netos a casa e, sem dúvida, sente-se feliz. Ao fim ao cabo, isto acontece apenas uma vez por ano e tem que aproveitar ao máximo. No entanto, não pode esquecer a adoção de uma série de precauções para que as despesas próprias destas datas não arruínem os dias que se seguem. E como as despesas de janeiro são uma realidade em muitos lares de aforradores, vamos estabelecer 10 (5+5) conselhos para minimizar os efeitos que a euforia natalícia trouxe consigo.

Publicado por Finanças | 0
10-tips-superar-janeiro

Dicas de poupança para economias domésticas

Racionalize a despesa energética

É inverno e o seu lar precisa de aquecimento para se manter quente. Pode controlar a despesa de luz ou gás e manter a casa a uma temperatura constante através de um termostato. Terá que manter uma atenção especial: nesta lógica, é normal que as faturas disparem quando chega o inverno.

Planifique as suas contas com consciência

Agarre num papel e num lápis e anote os depósitos que recebe, as despesas fixas (aproximações da despesa das faturas, se tem créditos a pagar…) e faça contas daquilo que lhe sobra realmente para viver. Coloque-as num íman no frigorífico e tenha-as sempre presentes. A sua missão é eliminar as despesas supérfluas da economia familiar… Pelo menos, durante este mês.

Envolve a sua família

A economia doméstica é um assunto de todos os membros do lar, apesar de existirem membros que não contribuem monetariamente para ela (filhos menores, estudantes…). No entanto, eles também devem estar ao corrente da situação que o lar atravessa durante as despesas de janeiro e devem contribuir para o cumprimento dos objetivos de contenção de despesa.

Cuidado com os saldos de inverno

Muitas lojas e grandes armazéns aproveitam o extraordinário consumo natalício para tentar prolongar essa boa fase de saldos. Colocam o cartaz de “Saldos” e continuam a apelar a este consumo. Se a sua economia familiar o permitir, compre coisas que realmente precisa e não compre como se isso fosse um capricho. Considere isso um investimento.

Compara os preços

Analise dois produtos semelhantes e se ambos se encaixarem naquilo que realmente precisa, compre aquele que mais se ajustar às suas necessidades. Tenha em conta a proporção entre quantidade e preço. Não se deixe levar pelos impulsos.

Truques de poupança para empresas

É o momento dos saldos

Embora muitas companhias já tenham ultrapassado a época de saldos em dezembro, janeiro continua a ser uma ocasião perfeita para esvaziar o stock através da afixação de bons preços. Muitas pessoas continuam com a euforia do Natal e aproveitam esses preços para continuar a comprar.

Cobre aos maus pagadores

No Natal, a economia aumenta. As lojas acabam de fazer uma temporada sensacional, guiada pela alegria de despesa destas datas. Se é proprietário ou proprietária de uma empresa e tem uma carteira de maus pagadores, agora é o melhor momento para tentar reduzir a lista de devedores.

Digitalize os documentos

A era digital facilitou às empresas a redução de procedimentos que, até à data, eram obrigatórios. Não é que agora tenham deixado de o ser, mas foram alterados. Por exemplo, o material de escritório foi reduzido em quantidade desde que os documentos podem ser digitalizados.

Controlar as despesas básicas

Racionalize todas as despesas da empresa. Avalie os seus montantes e mude para a empresa que ofereça melhores serviços.

Reduzir despesas de viagens

Desloque-se o menos possível durante o mês de janeiro. Não o faça, exceto se isso for completamente necessário. As viagens podem desestabilizar as contas de um mau mês.

Pelo menos até passar a tempestade e que, quem suporta as despesas do lar receba um novo ordenado e os depósitos possam equilibrar de novo as contas. Ter estes conselhos sempre presentes ajudar-lhe-á a ultrapassar a temida despesa de janeiro sem cair no deficit da economia familiar. Para muitos será difícil, sobretudo, se tiver em conta que os dias de despesa desenfreada ainda estão muito presentes. Faça contenção e apesar de tudo, se puder, tente efetuar alguma poupança!

TAGS:

COMENTÁRIOS

20185
22701
5
0